Pós-graduação lato-sensu: quais são os benefícios?

A pós-graduação lato-sensu é uma modalidade de aperfeiçoamento acadêmico e profissional que tem ficado cada vez mais popular, especialmente nos últimos anos. E isso não é sem razão de ser: afinal estesprogramas são marcados por sua objetividade, eficiência, acessibilidade e flexibilidade, o que os torna mais facilmente conciliáveis com outras atividades do dia a dia. Acompanhe o artigo para saber mais sobre a pós-graduação lato-sensu e os benefícios de se conquistar uma!

Pós-graduação lato-sensu: o que é?

No Brasil, atualmente, a pós-graduação é divida em duas categorias:

  • Stricto-sensu: Doutorados e Mestrados;
  • Lato-sensu: especialização e MBA.

A pós-graduação lato-sensu é reconhecida por possuir caráter objetivo, focado nas atividades cotidianas do profissional e no aperfeiçoamento prático em sua área de atuação. Ao contrário do modelo de pós-graduação Stricto-Sensu, este modelo não tem como foco o processo de pesquisa. Veja abaixo a diferenciação de especialização e MBA:

  • MBA (Master in Business Administration) geralmente voltado para âmbito de Gestão Empresarial e Negócios. É um modelo de curso direcionado para profissionais que já atuam na área e buscam se tornar gestores.
  • Especialização é o aprofundamento em uma determinada área de conhecimento, não necessariamente associada a cargos de gestão. Assim é uma boa opção para quem deseja atuar em segmentos específicos.

Pós-graduação lato-sensu: 7 benefícios!

Se você é uma pessoa com a agenda sempre cheia, mas que deseja se aperfeiçoar profissionalmente, garantir mais benefícios na sua atual posição ou passar em concursos públicos, a pós-graduação lato-sensu pode ser a escolha perfeita para você! Confira abaixo os  principais benefícios!

1. Conhecimentos imediatamente aplicáveis

O objetivo da pós-graduação lato-sensu é capacitar os alunos para o mercado profissional, atualizando seus conhecimentos e ensinando uma série de habilidades relevantes para o exercício da função. Dessa forma, ao realizar uma pós lato-sensu na sua área você poderá aplicar os conhecimentos obtidos no seu cotidiano, mesmo durante a duração do curso. Tudo isso pode influenciar e melhorar o seu desempenho.

2. Pode ser realizada no modelo 100% EAD

Atualmente, o modelo de pós-graduação lato-sensu é o único que pode ser realizado num regime 100% EAD. Essa decisão é respaldada por lei, que estabelece uma série de critérios para que um curso de pós seja considerado de qualidade e devidamente credenciado pelo MEC. Ao realizar um curso de pós-graduação lato-sensu EAD você conta com maior autonomia na hora de definir os seus horários, além do conforto de poder acessar as aulas onde preferir.

A qualidade do ensino a distância também é acompanhada bem de perto pelo Ministério da Educação. Desde 1996, uma série de legislações foi lançada para garantir a qualidade de cursos dessa espécie. Confira abaixo algumas das legislações relacionadas à pós-graduação lato-sensu EAD:

  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394), em especial o artigo 80, que fala sobre as definições para o ensino a distância;
  • Decreto n.º 2561/1998;
  • Decreto 9.057/2017;
  • Parecer n.º 908/99;
  • Resolução nº 3 da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação.

3.Válida em todo o território brasileiro

Para ser válida em todo o território brasileiro, a certificação de pós-graduação lato-sensu precisa atender à algumas especificações, como:

  • Carga horária mínima total de 360 horas;
  • 30% dos professores devem tem concluído programas de mestrado ou de doutorado. O restante dos profissionais envolvidos no programa deverão ter no mínimo o título de especialista na área em que irão lecionar;
  • O curso deve apresentar recursos e suporte para os alunos;
  • Qualidade e relevância da carga horária.

Caso atenda aos requisitos, o curso e a certificação passam a ser reconhecidos pela MEC. A partir daí, a pós-graduação será válida em todo o território brasileiro, garantindo a você todos os benefícios de ter uma pós.

4. Conclusão mais rápida

O tempo médio de conclusão de uma pós-graduação lato-sensu varia de 6 a 18 meses. Logo, você pode garantir um novo título de qualidade em tempo recorde! Para as pós-graduações Stricto-Sensu, os prazos podem variar de 2 até 4 anos de duração, podendo se estender, de acordo com o curso.

5. Capaz de conceder o título de especialista

Ao concluir um curso de pós-graduação lato-sensu reconhecido pelo MEC, você adquire o título de especialista na área, que pode te conceder tanto maior autoridade profissional, quanto destaque no mercado de trabalho.

6. TCC opcional

Devido ao enfoque mais prático da pós-graduação lato-sensu, O TCC, por lei, já não é mais obrigatório para cursos dessa modalidade. Assim, em grande parte das Instituições de Ensino, fica a cargo do aluno se ele irá ou não realizar o trabalho de pesquisa ao final do curso. Optar por não fazer o TCC permite que a pós-graduação seja concluída mais rapidamente.

7. Pode ser utilizada para pontuar na Prova de Títulos

A Prova de Títulos é uma etapa muito comum em concursos públicos, de caráter unicamente classificatório e capaz de conceder pontuação adicional para os candidatos. A certificação de pós-graduação lato-sensu é aceita como título válido para a maioria de editais de concursos públicos e pode ser obtida em um tempo significantemente menor do que diplomas de mestrado e doutorado.

Assim, se você iniciou sua preparação para um concurso público, percebeu a avaliação de títulos como uma etapa e não possui títulos para aplicar, uma boa estratégia é iniciar uma pós-graduação lato-sensu! As chances de garantir a certificação a tempo de ceder os documentos é muito maior.

 

 

pt_BRPortuguese