Distance learning center in PB highlights work to reduce bureaucracy in the offer of distance learning courses in Brazil

Um novo grupo de trabalho nomeado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), do Ministério da Educação, está se propondo a analisar uma forma de desburocratizar e se alinhar a algo que já ocorre internacionalmente: a oferta de cursos de pós-graduação a distância. Foi o que destacou o coordenador de Relações Internacionais do Centro de Ensino a distância, Educa Nexus, Tiago Bernardino.

“Neste caso, o nosso Grupo, representante comercial no Brasil da Enber University, já oferece nos Estados Unidos diversos cursos de especialização, MBA, Mestrado e Doutorado a distância. Então, o que há é um alinhamento no Brasil de uma realidade internacional”, disse.

Ele também ressaltou como funcionam, atualmente, os processos relacionados à avaliação de entrada e permanência de programas de pós-graduação na modalidade EaD. “Atualmente, no Brasil, há uma normativa da CAPES que autoriza que programas de pós-graduação que ofertam cursos de Mestrado e Doutorado possam abrir a possibilidade de oferecer os cursos na modalidade a distância. Para isso, é preciso que os programas adiram ao edital que é aberto pela CAPES e, caso possuam os pré-requisitos necessários, é permitido que esses programas sejam ofertados na modalidade EaD”, explicou.

No entanto, segundo ele, desde março de 2020, essa lógica para que os programas ofereçam cursos a distância não é mais pertinente. “Com a pandemia, praticamente todos os programas de pós-graduação no Brasil passaram a funcionar, exclusivamente, de forma on-line e a distância, com aulas síncronas e assíncronas. Portanto, não faz mais sentido a burocracia que ainda existe para que os programas ofereçam os cursos na modalidade EaD”, afirmou.

De acordo com Tiago, o Educa Nexus tem feito seu papel para garantir a qualidade do ensino entregue aos alunos, reforçando os investimentos em tecnologia, por meio de uma equipe qualificada de professores e na internacionalização do ensino e da pesquisa.